Tratamento com Bioestimuladores de Colágeno

Medicina Estética

Bioestimuladores de Colágeno

Os Bioestimuladores de Colágeno são substâncias aplicadas na face e no corpo para estimular a produção de novas fibras de colágeno. Eles têm como principal função dar sustentação à pele, formar colágeno e oferecer uma aparência bem mais jovem e firme, trabalhando as rugas, flacidez e o rejuvenescimento. 
 
Desta forma, auxiliam na melhora do aspecto da face, minimizando os sinais do tempo, atenuando a flacidez e proporcionando uma pele mais uniforme. Além disso, essas substâncias podem ser aplicadas em outras regiões do corpo, como barriga e coxas, amenizando a flacidez e auxiliando no tratamento contra a celulite.
 
Como os Bioestimuladores de Colágeno são aplicados?
Os Bioestimuladores de Colágeno são aplicados na pele de forma minimamente invasiva, em pontos específicos. Há diferentes tipos de substâncias como o Ácido Poli L-Láctico, Policaprolactona, e Hidroxiapatita de Cálcio. Eles são compostos por substâncias compatíveis com o nosso organismo e que não apresentam riscos à saúde, contribuindo para um resultado progressivo e de rejuvenescimento ao corpo.
 
Quais áreas do rosto e do corpo são possíveis de tratar com bioestimulador de colágeno?
Podemos tratar as áreas que tendem a sofrer maior perda de gordura e, assim, ficar mais flácidas e sem definição do contorno. No rosto: bochechas, queixo e papada. No corpo: pescoço, braços, mãos, abdômen, glúteos e coxas.
 
O produto age em todas as camadas da pele, amenizando os sinais de flacidez e conferindo resultados progressivos, com aspecto natural.
 
Ao melhorar a qualidade geral da pele, o tratamento indiretamente suaviza linhas de expressão faciais e, no corpo, a aparência de estrias, celulites e flacidez.
 
Quantas aplicações são necessárias?
O tratamento será indicado após avaliação médica. Assim, avaliaremos a necessidade e a quantidade de aplicações, conforme as características e objetivos do paciente. Já os resultados são percebidos após três meses da aplicação e seus efeitos podem durar até dois anos.
 
O procedimento é dolorido?
Para a maioria das pessoas, não. Podemos usar uma pomada anestésica ou bloqueios anestésicos nos locais das injeções. A recuperação também é tranquila. Nas horas seguintes à sessão pode haver leve sensibilidade no local das injeções quando palpado, mas não costuma haver inchaço nem hematomas muito intensos.

Quantas sessões são necessárias?
Depende da qualidade da pele do paciente e da necessidade individual de reposição de colágeno. O número de aplicações normalmente varia entre duas e cinco, sendo comum pensar em uma sessão por década de vida. Para alguém na faixa dos 30 anos, por exemplo, serão necessárias três sessões (com intervalo de 30 a 60 dias entre elas); a partir dos 40, quatro sessões.
 
Mas as pessoas envelhecem de forma diferente e os hábitos – alimentação, exposição ao sol, tabagismo, consumo de álcool e stress – também contam quando fazemos a avaliação.